User Preferences

  • Language - en | ga
  • text size >>
  • make this your indymedia front page make this your indymedia front page
subcarvalho - Fri Apr 13, 2018 16:36
Coisinho

O Estado decidiu esta semana destruir brutalmente a experiência colectiva na zad. Nós resistimos cada dia - habitantes, apoiantes, agricultores, vizinhas, jovens e anciãs. Fazêmo-lo com o nosso coração, os nossos corpos, os nossos laços, com toda a força que se enraizou neste bosque em 50 anos de lutas e esperanças acumuladas. Precisamos de vocês no terreno agora!

Este domingo, chegou a hora - apelo a vir em massa à ZAD
Ponto de encontro domingo 15 de abril, meio dia, ao longo do chemin de Suez.

Vídeo: 

ler mais

subcarvalho - Wed Apr 11, 2018 15:04
Coisinho

Ici, en France, où que ce soit, nous offrons notre solidarité à toutes les personnes qui défendent les changements profonds dans le fonctionnement et l'organisation de l'humanité.
Aqui, em França, onde quer que seja, toda a gente que se levante por transformações profundas no funcionamento e na organização da humanidade tem e terá a nossa solidariedade.

[Français]

Avec le déploiement de 2 500 policiers, avec des hélicoptères, des chars, des mitrailleuses et toute une panoplie de dispositifs militaires et une arrière-garde de plus d?une centaine de policiers anti-émeute à Nantes et Rennes, on croirait que, le 9 avril, l'État français se préparait pour une guerre dans la zone de Notre-Dame-des-Landes.

ler mais

subcarvalho - Wed Apr 11, 2018 11:40
Coisinho

As demolições realizadas no Bairro 6 de Maio, na Amadora, no passado dia 3 de Abril, sem aviso prévio e sem qualquer alternativa de habitação, deixando pelo menos duas famílias sem casa, exige decisões e clarificações por parte da Câmara Municipal da Amadora, mas também da Secretaria de Estado da Habitação e do IHRU. Os atropelos aos direitos humanos e à constituição não podem continuar sem que nenhuma medida seja tomada por parte destas entidades responsáveis.

Lisboa, 9 de Abril de 2018

As demolições realizadas no Bairro 6 de Maio, na Amadora, no passado dia 3 de Abril, sem aviso prévio e sem qualquer alternativa de habitação, deixando pelo menos duas famílias sem casa, exige decisões e clarificações por parte da Câmara Municipal da Amadora, mas também da Secretaria de Estado da Habitação e do IHRU. Os atropelos aos direitos humanos e à constituição não podem continuar sem que nenhuma medida seja tomada por parte destas entidades responsáveis.

ler mais

subcarvalho - Mon Apr 09, 2018 14:06
Coisinho

O ano de 2018 marca 70 anos desde a Nakba ? a ?catástrofe?, com o objectivo de promover o debate, a consciência e, sobretudo, a mobilização contra o apartheid israelita e suas contínuas violações dos direitos humanos, promoveremos uma série de encontros, em Coimbra e Lisboa, durante a primeira quinzena de Abril, em parceria com diversas organizações comprometidas com a luta por justiça.

O ano de 2018 marca 70 anos desde a Nakba ? a ?catástrofe?, com o objectivo de promover o debate, a consciência e, sobretudo, a mobilização contra o apartheid israelita e suas contínuas violações dos direitos humanos, promoveremos uma série de encontros durante a primeira quinzena de Abril, em parceria com diversas organizações comprometidas com a luta por justiça.

ler mais

subcarvalho - Mon Apr 09, 2018 09:51
Coisinho

O governo francês vinga-se das centenas de pessoas que há uma década ocupam e vivem nestes prados e bosques, onde cultivam a terra, experimentam uma sociedade igualitária e resistem ?contra o aeroporto e o seu mundo?. Milhares de polícias, blindados e helicópteros estão a expulsá-las violentamente. Estão marcadas dezenas de concentrações de solidariedade. Comunicado dos e das habitantes da ZAD.

Em janeiro passado, o abandono do projecto de aeroporto de Notre-Dame-des-Landes marcou o sucesso duma das maiores lutas de França. Lançou um eco de esperança a todas as que lutam contra o capitalismo e a pilhagem da terra, pela ecologia e a emancipação. Hoje, o governo francês vinga-se das centenas de pessoas que há uma década ocupam e vivem nestes prados e bosques, onde cultivam a terra, experimentam uma sociedade igualitária e resistem ?contra o aeroporto e o seu mundo?. Milhares de polícias, blindados e helicópteros estão a expulsá-las violentamente.

ler mais

subcarvalho - Wed Apr 04, 2018 10:07
Coisinho

Deixando a oferta e a definição de preços ao arbítrio do mercado e dos objectivos de maximização do lucro imediato dos senhorios e imobiliárias, Governo e Autarquia não correspondem à sua obrigação constitucional de fazer cumprir o direito à habitação condigna.
Porque entendemos que o momento de agir é agora, trabalharemos para uma grande concentração pelo Direito à Cidade, seguida de desfile e concertos, a realizar no dia 7 de Abril na Praça da Batalha.

* As seguintes deliberações são fruto do contínuo debate levado a cabo durante o I e o II Encontro pelo Direito à Cidade *

Entendemos que a nossa cidade está cada vez descaracterizada e que o seu desenvolvimento tem sido feito à custa do desprezo pelos seus naturais. A cidade está mais suja, mais cara, menos 'portuense' e mais desigual. A face mais visível deste problema será a negação do acesso à habitação, que aflige centenas de famílias todos os dias. Entendemos que é preciso agir agora, sob pena de atingirmos, em breve, um ponto sem retorno. Por isso, defendemos que:

ler mais

subcarvalho - Wed Mar 28, 2018 11:46
Coisinho

Esta plataforma existe para:
. Parar os despejos.
. Defender o direito à habitação.
. Defender o direito das pessoas a permanecerem nos seus bairros.

Se vai ser despejado ou é contra os despejos, venha ter connosco:
Contacto SOS Despejos 920 067 403

Stop Despejos

Esta plataforma existe para:

. Parar os despejos.
. Defender o direito à habitação.
. Defender o direito das pessoas a permanecerem nos seus bairros.

Se estiver para ser despejado/a da sua casa, ou conhece alguém que esteja, saiba que:
. Não deve abandonar a casa, nem assinar nada do senhorio.
. Não deve deixar passar prazos de resposta: responda antes de 10 dias úteis, mas não responda sem aconselhamento.
. Há quem tenha lutado contra os despejos com sucesso, por isso não desista. Junte-se a outros e outras que já passaram pelo mesmo.

ler mais

subcarvalho - Wed Mar 28, 2018 11:36
Coisinho

2º Aniversário da À da Maxada, uma quinta okupada em Setúbal. Com espaços para hortas, música, artes, oficinas, ou uma série de outras actividades, sempre numa perspectiva auto-gestionada, anti-comercial, DIY.

https://adamaxada.wordpress.com/

2º Aniversário da À da Maxada, uma quinta okupada em Setúbal. Com espaços para hortas, música, artes, oficinas, ou uma série de outras actividades, sempre numa perspectiva auto-gestionada, anti-comercial, DIY.

Estrada das machadas, virar na 1ª rua de terra batida à esquerda e seguir até ao final da rua. Contacto: adamachada [em] gmail [dot] com

Cartaz

https://adamaxada.wordpress.com/

subcarvalho - Wed Mar 21, 2018 12:38
Coisinho

Nos dias 4, 5 e 6 de Maio decorrerá no Porto o Encontro Anarquista do Livro, um momento de intercâmbio de material, experiências e comunicação. Para além da importância de estreitarmos laços e criarmos redes de cumplicidade entre nós, este encontro pretende ser um espaço de difusão da nossa presença e das nossas ideias. Para tudo isto, lançamos o convite para que partilhem connosco esses dias com as vossas editoras e distribuidoras.

Nos dias 4, 5 e 6 de Maio decorrerá no Porto o Encontro Anarquista do Livro, um momento de intercâmbio de material, experiências e comunicação.

Para além da importância de estreitarmos laços e criarmos redes de cumplicidade entre nós, este encontro pretende ser um espaço de difusão da nossa presença e das nossas ideias.

Para tudo isto, lançamos o convite para que partilhem connosco esses dias com as vossas editoras e distribuidoras e também com as vossas ideias para outras coisas que achem por bem organizar.

ler mais

subcarvalho - Tue Mar 20, 2018 12:41
Coisinho

A cidade é um bem comum, colectivamente produzido por todos os que nela habitam. Um pouco por todo o lado surgem processos de resistência que procuram salvaguardar e organizar os restos de comunidade que sobrevivem por entre a especulação e a comercialização de todos os aspectos da vida.
Apelamos à participação de todos e todas.
Rock in Riot

Ocupar a rua, reclamar a Cidade

A modernização de Lisboa nas últimas décadas tem vindo a redesenhar o território metropolitano enquanto um gigantesco negócio. Os espaços que outrora eram vividos colectivamente estão agora reconfigurados enquanto mero meio de criar dinheiro e as infraestruturas que visavam organizar a vida colectiva parecem agora apenas organizar a velocidade das interacções económicas.

ler mais

Indymedia Portugal >>

IMC network

Featured Stories from Federated Groups of Indymedia Centres
Featured Stories Selected by local IMCs around the world
© 2001-2018 Independent Media Centre Ireland. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Independent Media Centre Ireland. Disclaimer | Privacy